100%

Servidores estaduais e municipais ficam de fora da reforma da Previdência, anuncia Temer

O presidente da República, Michel Temer, fez um pronunciamento às pressas no início da noite desta terça-feira, 21 de março: a proposta da reforma da Previdência não vai mais incluir a revisão das regras para servidores estaduais e municipais. Este é o primeiro recuo oficial do governo para o projeto da reforma.

O presidente disse que tomou a decisão após várias reuniões com lideranças da Câmara e do Senado nos últimos dias. Nesses encontros, segundo ele, \"surgiu com grande força\" a ideia de que a União deveria respeitar a autonomia dos Estados e Municípios, fortalecer o \"princípio federativo\" e fazer com que a reforma atingisse apenas servidores federais.

\"Vários Estados já providenciaram sua reformulação previdenciária. Seria uma relativa invasão de competência e não queremos neste momento levar adiante\", disse, citando como exemplo categorias de policiais civis e professores. \"Funcionários estaduais e municipais, de forma geral, dependerão da manifestação de seus governos estaduais e municipais\", disse Temer.

\"Estou passando para o relator (Arthur Maia, do PPS-BA) e para o presidente da comissão (Carlos Marun, do PMDB-MS), que logo amanhã transmitirão que, a partir de agora, trabalham com a previdência apenas para servidores federais\", completou ele.

Servidores contra a reforma

Os servidores públicos fazem parte do grupo mais articulado no Congresso contra a reforma da Previdência. Dessa forma, analisa-se que a decisão do presidente pode abrir novos precedentes de mudanças, já que várias categorias de servidores federais também pedem para ficar de fora da proposta, entre elas juízes e procuradores do Ministério Público.

O anúncio foi feito sem a presença dos ministros do Planejamento, Dyogo Oliveira, e da Casa Civil, Eliseu Padilha, que coordenaram a equipe responsável pela elaboração da proposta. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, esteve reunido com Temer durante o início da noite e participou do anúncio, mas não se pronunciou.

Agência CNM com informações da Agência Estado

 

 


Fonte: Portal CNM - Confederação Nacional de Municípios

Notícias

Microempreendedor individual pode pagar tributos com débito automático
Microempreendedor individual pode pagar tributos com débito automático

Os Microempreendedores Individuais (MEIs) podem pagar o Documento e Arrecadação do Simples Nacional (DAS) por meio de débito automático. Desde a última quinta-feira, 18 de maio, a operação está disponível no portal do Simples Nacional. Com isso, o método de pagamento de tributos mensais será facilitado. Para usar essa ferramenta, basta que o MEI acesse ao portal do Simples Nacional e preencha os dados de acesso. Para optar por essa forma de pagamento, o MEI deve possuir conta...

A partir de julho, boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco
A partir de julho, boleto vencido poderá ser pago em qualquer banco

A partir do mês de julho, os boletos vencidos poderão ser pagos em qualquer banco. O novo sistema para pagamentos de boletos fará o cálculo de juros e multa do boleto atrasado automaticamente, o que reduzirá a necessidade de ir a um guichê de caixa e eliminará a possibilidade de erros no cálculo. De acordo com a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a nova plataforma vai reduzir fraudes na emissão de boletos de condomínios, escolas e seguradoras, por exemplo. A federação...

PEC do foro privilegiado e do Simples Municipal entram na discussão do Plenário do Senado
PEC do foro privilegiado e do Simples Municipal entram na discussão do Plenário do Senado

O Plenário do Senado começou a discutir nesta terça-feira, 2 de maio, na primeira sessão de debate do segundo turno a Proposta de Emenda à Constituição 10/2013, que acaba com o foro privilegiado. Apresentada pelo senador Alvaro Dias (PV-PR), a matéria estará em pauta na próxima sessão deliberativa, para a segunda e a terceira discussão. Ao todo, são cinco sessões de discussão. A PEC determina o fim do foro por prerrogativa de função para todas as autoridades brasileiras,...

Cartão Reforma entra na pauta do Senado e Fundeb permanente vai para discussão da Câmara
Cartão Reforma entra na pauta do Senado e Fundeb permanente vai para discussão da Câmara

A pauta do Plenário do Senado está trancada pela Medida Provisória (MP) 751/2016, que cria o Programa Cartão Reforma. A matéria foi aprovada na Câmara no início da semana passada e encaminhada aos senadores. Uma vez aprovada, ficará instituído benefício financeiro a famílias de baixa renda para aquisição de materiais de construção destinados à reforma, ampliação ou conclusão de moradias. O subsídio pode chegar a R$ 9 mil para a aquisição de materiais de construção...

Servidores estaduais e municipais ficam de fora da reforma da Previdência, anuncia Temer
Servidores estaduais e municipais ficam de fora da reforma da Previdência, anuncia Temer

O presidente da República, Michel Temer, fez um pronunciamento às pressas no início da noite desta terça-feira, 21 de março: a proposta da reforma da Previdência não vai mais incluir a revisão das regras para servidores estaduais e municipais. Este é o primeiro recuo oficial do governo para o projeto da reforma. O presidente disse que tomou a decisão após várias reuniões com lideranças da Câmara e do Senado nos últimos dias. Nesses encontros, segundo ele, \"surgiu com...